Câmara de Ipatinga cassa mandato do vereador Gilmarzinho

Mais um vereador teve o mandato cassado pela Comissão Processante, presidida pela Câmara de Ipatinga. Gilmar Ferreira Lopes, (PTC), o Gilmarzinho, foi o segundo parlamentar a perder o mandato, devido as denúncias de recolhimento de parte dos salários dos servidores públicos para benefício próprio, prática mais conhecida como “rachadinha”.

Por 15 votos a 2, a Casa Legislativa decidiu, no início da noite dessa terça-feira (19), pela cassação do mandato do vereador, que acatou a acusação por quebra de decoro parlamentar, ou seja, por má conduta.

Gilmarzinho ficou preso por cinco meses na Penitenciária Dênio Moreira de Carvalho, em Ipaba, devido as investigações da Operação Dolus, comandada pelo GAECO, que apura irregularidades por desvio de verba pública, dentre outros crimes.