Unidade de Oncologia do HMC amplia atendimentos

Unidade de Oncologia do HMC amplia atendimentos a pacientes que possuem alta suspeita oncológica (Foto: Elvira Nascimento)

Com objetivo de ampliar o conhecimento da população brasileira sobre as formas de prevenção do câncer e de tratamento da doença, no dia 27 de novembro foi celebrado no Brasil, o Dia Nacional de Combate ao Câncer. A data tem o objetivo de reforçar a importância de evitar comportamentos que podem contribuir para a manifestação da doença – considerada a segunda que mais mata no Brasil e no mundo – como fumar, consumir bebidas alcoólicas, sedentarismo e alimentação inadequada. 

Desde que incorporou a Unidade de Oncologia do Hospital Márcio Cunha em 2011, a Fundação São Francisco Xavier (FSFX) não poupa esforços para oferecer a população do Leste um tratamento de excelência do câncer. Referência em tratamento da doença para cerca de 1,5 milhão de habitantes de 88 municípios, a Unidade se compromete com a causa do Combate ao Câncer e amplia o acesso aos pacientes. A partir deste ano, os pacientes que possuem alta suspeita oncológica também podem ser encaminhados para a Unidade. O objetivo é garantir que ainda mais pessoas tenham acesso rápido e de excelência ao tratamento médico e recebam o diagnóstico precoce do câncer.

Cerca de 80% dos atendimentos realizados no local são destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS). Os pacientes são atendidos de forma integrada e multidisciplinar, com envolvimento de todos os setores e profissionais, garantindo ainda mais efetividade no tratamento. Diante de alta suspeita clínica de câncer detectada durante o atendimento na Unidade Básica de Saúde, o médico deve seguir os critérios do protocolo de atendimento e regulação e encaminhar o paciente a Unidade de Oncologia do HMC.

Os pacientes serão acolhidos por uma equipe preparada para atender casos de suspeita de câncer. “Receber o diagnóstico de um câncer não é fácil, mas aumentam as chances de cura quando o paciente for diagnosticado precocemente com a doença e iniciar o tratamento. Com a ampliação do atendimento, além de recebermos os pacientes que já passaram pela biópsia e já receberam o diagnóstico, também vamos atender aqueles com suspeita oncológica fundamentada para realizarmos a conclusão diagnóstica”, afirma Luciano de Souza Viana, coordenador médico da Unidade de Oncologia do HMC.

No último ano foram realizados quase 200 mil atendimentos de quimioterapia, radioterapia, consultas e exames de medicina nuclear Unidade de Oncologia do HMC, o que demonstra a sua importância para a região. “Oferecemos um serviço de excelência às pessoas que precisam e, ter a oportunidade de atender ainda mais pacientes é gratificante, pois mais vidas podem ser salvas. O nosso objetivo é tratar o paciente para ele tenha condições de se reabilitar, retornar as suas atividades após o tratamento e seguir com saúde”, conclui a gerente da Unidade de Oncologia do HMC, Ledvânia Chaves Ribeiro.