Quiosques do Parque Ipanema devem ser entregues em agosto

A PREVISÃO dos construtores é que os pergolados dos quiosques comecem a ser instalados nos próximos dias

Os seis quiosques em construção no Parque Ipanema, cujos concessionários foram definidos em licitação promovida pela Prefeitura de Ipatinga, deverão estar concluídos ainda no mês de agosto, estando à disposição da população já nos festejos do Dia da Independência, em 7 de setembro, que este ano cai num sábado.

O PREFEITO conversa com os engenheiros Marcos Vargas e Jorge Monteiro, da construtora que é responsável pelas obras de dois dos três módulos de quiosques

Na manhã desta sexta-feira (14), acompanhado de alguns assessores, o prefeito Nardyello Rocha esteve visitando o canteiro de obras, conferindo de perto o estágio dos serviços. Embora o prazo contratual para entrega das edificações à comunidade seja de seis meses, os engenheiros Marcos Vargas e Jorge Monteiro, da Prima Casa Construtora, que executa dois dos três módulos de equipamentos, situados nas extremidades da lagoa, adiantaram que a inauguração deve acontecer já em agosto, com dois meses de antecipação.

“Concluídas as sapatas e os baldrames, toda a etapa de fundação, agora estamos terminando também a alvenaria, partindo então para o lançamento das lajes. As peças em aço SAC 300 (estilo enferrujado, sem necessidade de pinturas), que cumprem uma função estética no projeto, compondo os pergolados externos e uma marquise de 1,5m, já foram preparadas pelo fornecedor e provavelmente já poderão ser instaladas a partir da próxima semana”, detalhou Marcos Vargas.

Policiamento e banheiros

De acordo com o prefeito, outras providências estão sendo tomadas pelo governo para evitar depredações que têm sido recorrentes em equipamentos do Parque Ipanema. “Estamos dialogando com a Polícia Militar no sentido de mantermos uma base móvel em caráter permanente no nosso principal cartão de visitas, como forma de coibir a criminalidade e também a ação de vândalos. Os banheiros têm sido destruídos repetidamente e pretendemos não apenas preservá-los, mas mantê-los em condições agradáveis para os usuários no dia a dia”, informou.

Nardyello Rocha ainda enfatizou que “é compromisso da Administração dar todas as condições necessárias para que o comércio dos quiosques do Parque possa funcionar com segurança e sem concorrência predatória. Os empreendedores acreditaram na nossa proposta, investiram e é natural que precisem ter retorno. Aliás, queremos que tenham. Por sua vez, a população ganha em condições sanitárias, melhor atendimento, e o Parque em paisagismo, porque são edificações padronizadas e inspiradas em modernas concepções do gênero”, observou o prefeito.

As instalações

Cada quiosque terá cozinha, dois banheiros e, ainda, uma área externa dotada de pergolados e guarda-sóis

Os seis quiosques são divididos em três módulos com área de 386m², sendo um na região frontal da lagoa e outros dois nas laterais. O modelo definido pela Prefeitura foi aprovado pelo Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e Artístico de Ipatinga (Comphai). Os projetos executivo e arquitetônico foram desenvolvidos, respectivamente, por técnicos das Secretarias Municipais de Serviços Urbanos e Meio Ambiente e de Planejamento.

Cada quiosque terá cozinha, dois banheiros e, ainda, uma área externa protegida por pergolados e guarda-sóis, com espaço para acomodação de até 15 mesas.

Fonte: PMI

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here