Prefeitura de Ipatinga incentiva o projeto ‘Torcida Limpa’

Foto: Reprodução

Prefeito e dirigente da Nippon Steel procuram dar exemplo, ajudando a recolher o lixo ao final da partida de estreia do Tigre no Módulo II

Mesmo fora do gramado, o prefeito Nardyello Rocha, seus familiares e o diretor Executivo para as Américas da Nippon Steel & Sumitomo Metal Corporation (NSSMC), Kazuhiro Egawa, bateram um bolão na estreia do Ipatinga Futebol Clube, no sábado (9), no Ipatingão, pelo Campeonato Mineiro Módulo II. Para dar exemplo, o chefe do Executivo e o dirigente da multinacional, assim como seus acompanhantes, atuaram na campanha Torcida Limpa IFCe estimularam os torcedores a recolherem o lixo ao final da partida.

Idealizada pela Nippon Steel & Sumitomo Metal Corporation (NSSMC), patrocinadora do clube, a campanha educativa tem o apoio da Prefeitura de Ipatinga, que pelo segundo ano contribui com a destinação adequada ao lixo recolhido.

A iniciativa foi inspirada pela mobilização dos japoneses durante a Copa do Mundo de 2014. Após a derrota para a Costa do Marfim, na estreia, a torcida nipônica deu um show de educação, ajudando a coletar e ensacar o lixo que produziu durante a festa nas arquibancadas.

“Essa atual gestão está focada no fortalecimento das ações de limpeza da cidade. Portanto, não poderíamos deixar de apoiar e incentivar um projeto de educação e conscientização como esse. Com a intensificação dos trabalhos rotineiros, já retiramos mais de 75 toneladas de lixo em toda a cidade, estamos devolvendo a beleza da nossa Ipatinga, e dentro do estádio, não poderia ser diferente. As pessoas já estão entendendo que não podem jogar lixo nas ruas. Esse projeto Torcida Limpa ainda será um exemplo para os grandes estádios e tem o nosso apoio”, enfatizou o chefe do Executivo.

Campanha

Criada no ano passado, a campanha foi abraçada pelos torcedores do Tigre, que protagonizaram um verdadeiro exemplo de educação e cidadania nas arquibancadas durante os jogos realizados no estádio Ipatingão, durante a temporada 2018.

A ideia é estimular o exemplo de cuidado com o próximo, bem característico do povo japonês. Na primeira edição, foram distribuídas cerca de 8.500 sacolas plásticas para que cada torcedor pudesse recolher o seu lixo ao final das partidas, impactando em torno de 20 mil espectadores.

Fonte: PMI

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here