Prefeito de Ipatinga enfatiza importância de parcerias e educação para sucesso de proteção ambiental

O prefeito de Ipatinga, Nardyello Rocha, participou na manhã desta terça-feira (10), na Usipa, de uma solenidade de assinatura do Termo de Cooperação Técnica e Financeira entre a Associação Regional de Proteção Ambiental do Vale do Aço (ARPAVA) e a Associação Esportiva e Recreativa. A parceria entre as duas entidades de utilidade pública tem como objetivo a união de esforços e cooperação, visando dar suporte à execução das ações do Programa de Recuperação da Fauna Sem Lar, executado pelo Centro de Biodiversidade da Usipa (Cebus).

Em pronunciamento durante a cerimônia, o chefe do Executivo citou a importância das parcerias no sentido de promover investimentos na proteção do meio ambiente, chamando atenção especialmente para o foco que se deve dar à conscientização das crianças como instrumento mais eficaz de compreensão de valores culturais indispensáveis. Nardyello lembrou que recentemente o município tentou desenvolver um projeto-piloto da Coleta Seletiva em pontos da cidade habitados teoricamente por pessoas mais esclarecidas. Porém, devido à utilização inadequada por muitos, os coletores tiveram que ser recolhidos.

“Tivemos alguns problemas de ordem cultural nas primeiras ações para implantação do programa. Embora os objetos devessem se prestar ao acondicionamento de materiais específicos, a serem retirados depois pelos catadores de recicláveis, chegamos a encontrar até animais mortos dentro dos coletores. Mas entendemos que não podemos desistir. Assim, adotamos como nova estratégia uma ênfase educativa, multiplicando informações nas escolas. Cremos que as crianças e adolescentes ajudarão a tornar as ações mais eficientes”, pontuou o prefeito.

Nardyello destacou ainda a importância da parceria entre as entidades, principalmente em uma época em que o município padece com dívida milionária do Estado. “Nós não temos outro caminho a não ser nos valer de parcerias, e é assim que o município tem feito em todos os segmentos do serviço público. A ARPAVA é de fundamental importância para a nossa cidade”, finalizou.    

Parceria

Por meio do convênio existente desde 2017, o Programa de Recuperação da Fauna Sem Lar, executado pelo Centro de Biodiversidade da Usipa (Cebus), recebe recursos da ARPAVA, provenientes de TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) viabilizado pela 9ª Promotoria de Meio Ambiente. A verba é destinada ao custeio e tratamento de animais vítimas de tráfico, atropelamentos, incêndios, apreensões, entre outros. De acordo com o médico-veterinário Lélio Costa e Silva, atualmente 119 animais estão em tratamento no Cebus. Desde 2017, já foram socorridos 798. Deste total, 65% foram recuperados e 30% destes devolvidos à natureza.

“Somente no dia 28 de agosto deste ano, o Cebus recebeu sete animais vítimas de atropelamento ou queimaduras provocados pelos incêndios típicos nesta época do ano. O Cebus atende animais vindos de 17 municípios. É uma abrangência muito grande, e por isso temos a necessidade desta parceria, para que possamos obter o melhor resultado possível”, enfatizou o veterinário.

“Quando a gente defende os animais, estamos defendendo a flora e a fauna. Por isso, estes recursos são fundamentais para a continuação dos trabalhos desenvolvidos pela Associação”, disse o presidente da ARPAVA, Júlio Madeira.

Fonte: PMI

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here