Ipatinga – Município terá programa Google for Education em 2019

O instrutor Wellington Maciel avalia que embora os computadores tenham chegado às escolas do Brasil há 30 anos, nunca serviram para agilizar efetivamente o aprendizado dos alunos

Em parceria com a empresa Get Edu, a Prefeitura de Ipatinga está implantando no município, sob responsabilidade das Secretarias de Educação e de Dados, a plataforma Google for Education. Trata-se de um sistema altamente avançado e pioneiro no Brasil, a ser utilizado como importante ferramenta para professores e alunos em sala de aula. Vão dispor da tecnologia cerca de 10 mil alunos do 4º ao 9º ano do Ensino Fundamental, matriculados em 27 escolas da rede municipal de ensino.

O sistema foi apresentado a um grupo de professores em curso realizado no laboratório da Escola Municipal Artur Bernardes, no bairro Canaã. O foco das instruções são as vantagens oferecidas e como alcançá-las, explorando-se as potencialidades da plataforma Google para a Educação.

Conforme Wellington Maciel, gestor de formação da Get Edu, “a Prefeitura de Ipatinga teve a positiva visão de implantar essa plataforma, que é totalmente gratuita e foi desenvolvida exclusivamente para o sistema de educação. Inclusive o aparelho Chromebook também foi desenvolvido para essa finalidade específica”, explicou.

Na avaliação de Wellington, embora os computadores tenham chegado às escolas do Brasil há 30 anos, nunca serviram para agilizar efetivamente o aprendizado dos alunos. “O equipamento que Ipatinga está adotando é totalmente gerenciável e, diferente dos computadores convencionais, oferece condições para instalar e desinstalar aplicativos, sendo que professores e alunos irão adiantar as aulas em 50%”, projeta.

“A estrutura oferecida pela Prefeitura de Ipatinga – continua Wellington Maciel – é a mais avançada que encontramos até agora, dentre as cidades nas quais estamos trabalhando na instalação do sistema. A rede de internet nas escolas tem uma velocidade bem acima do que o equipamento exige para funcionar sem nenhuma interrupção”, enalteceu.

Outro fator muito importante também, segundo explicou o técnico, é que tudo que o aluno pesquisar no período estará à sua disposição nos próximos 15 anos, para eventuais pesquisas no futuro, quando estiver fazendo uma pós-graduação, caso tenha alguma dúvida relacionada ao que aprendeu.

 

notebooks

No início do ano letivo de 2019, mais da metade das escolas municipais da cidade estarão dotadas de Chromebooks

Wellington Maciel ainda assegurou que o equipamento é muito prático e seguro. “O Chromebook, não permite acesso, por exemplo, a sites de pornografia, e em caso de furto o próprio equipamento informa que está fora de sua rede de acesso, o que representa um bloqueio automático. Além disso, sequer o aparelho serve para retirada de peças, uma vez que elas têm um sistema interligado de soldagens. Nesse caso, se for devolvido para a escola, o equipamento volta a funcionar normalmente”, disse.

Logo do início do ano letivo de 2019, mais da metade das escolas municipais da cidade estarão dotadas de Chromebooks (uma espécie de tablet) como recurso didático. Serão utilizados pelas classes 2.730 aparelhos.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here