Escolas municipais de Ipatinga têm oito medalhistas na concorrida Olimpíada Brasileira de Matemática

Alunos de sete escolas municipais de Ipatinga foram premiados na 14ª edição da Olimpíada

Ainda vivendo a euforia da implantação da plataforma Google for Education e a utilização de chromebooks em sala de aula, que lhe assegurou a condição de modelo no país em modernização, a rede municipal de ensino de Ipatinga mais uma vez ganha destaque nacional. Na tarde desta quinta-feira (11), oito alunos de sete escolas municipais foram premiados com medalhas de bronze na 14ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – OBMEP. A solenidade foi realizada na sede da Superintendência Regional de Ensino, em Coronel Fabriciano.

O resultado da OBMEP 2018 revela que o ensino público municipal superou os números do ano passado. Na premiação referente a 2017, os estudantes do município conquistaram quatro medalhas, sendo duas de prata e duas de bronze. 

Trinta e nove alunos de escolas públicas e privadas participaram da solenidade de entrega das medalhas, na Superintendência Regional de Ensino, que abrange 11 cidades da região. Do total de premiados, 40% são representantes de escolas municipais de Ipatinga.

Premiação

Das oito medalhas de bronze conquistadas, duas foram de representantes da Escola Municipal Padre Bertollo, situada no bairro Cidade Nobre. Ao lado de familiares e amigos, os alunos Rafael Augusto Moreira Oliveira e Erick Soares de Souza receberam a premiação.

Localizadas no bairro Bethânia, as Escolas Municipais Chirlene Cristina Pereira e Deolinda Tavares Lamego também foram representadas. Foram premiados os alunos Júlia Vitória dos Santos e Geanderson Júnio Gouveia, respectivamente.

O estudante Gustavo Lemos de Oliveira recebeu a medalha de bronze pela escola Padre Cícero de Castro, do bairro Bom Retiro. Guilherme Polesca Calixto, aluno da E. M. Levindo Mariano, do Bom Jardim, foi outro medalhista de bronze na OBMEP. Os alunos Júlia Veloso Bastos (E. M. Carlos Drummond de Andrade, bairro Ideal) e Miller Campideli Gonçalves (E. M. Maria da Conceição Pena Rocha, bairro Esperança) também receberam suas premiações durante a solenidade.

Os resultados são comemorados pela secretária municipal de Educação, Eva Sônia Rodrigues, que enaltece o empenho dos estudantes da rede. “Quero parabenizar todos os estudantes premiados e, em especial, os alunos da rede municipal que mais uma vez foram vitoriosos e colocaram a Educação da nossa cidade entre as melhores do Brasil. Temos que parabenizar, ainda, a dedicação dos professores, diretores e também os pais, por acreditarem no potencial do filho e na instituição pública de ensino”, pontuou a titular da pasta.

Eva Sônia destacou também os investimentos do governo municipal para melhorar ainda mais o ensino ofertado pela rede pública. “Essa gestão aposta muito na educação. Nosso prefeito acredita que a mudança só acontece por meio do estudo. Por isso, conseguimos implementar projetos de sucesso como a aquisição dos 2.800 chromebooks, o aumento do número de estudantes nas escolas de tempo integral (de 1.100 para 5.500), qualificação dos professores. Assim é que temos garantido um ensino de qualidade, que pode ser percebido em resultados como o número de medalhas alcançado na Olimpíada de Matemática e outros prêmios que nossos alunos têm conquistado”, ressaltou.

OBMEP 2018

A Olimpíada Brasileira de Matemática (OBMEP) é uma realização do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e tem como objetivo estimular o estudo da Matemática e revelar talentos na área. Participam das provas alunos do Ensino Fundamental e Médio, entre 12 e 17 anos de idade.

Em sua 14ª edição, a OBMEP reuniu concorrentes de 54.498 instituições de ensino públicas e privadas, representando 99,4% dos municípios brasileiros. Dos 18,2 milhões de estudantes inscritos, 952.782 foram classificados para a etapa decisiva da disputa, que convergiu para o apertado funil dos medalhistas.