Colaboradores apoiam o projeto “Eu ajudo na lata”

Com um mês de adesão ao “Eu ajudo na lata” pela Unimed Vale do Aço, o projeto vem ganhando forma. Isso porque vários colaboradores demonstraram apoio a iniciativa e já estão juntando os lacres de latas de alumínio, que após a venda, serão convertidos em itens de acessibilidade. A expectativa é que cada um dos funcionários arrecade ao menos uma garrafa pet de 2 litros cheia de lacres.

“Tivemos uma colaboradora que já guardava os lacres e nos trouxe um saco cheio. Outros juntaram em casa ou pediram ajuda à família e amigos. Estamos no início do projeto, mas quanto mais pessoas aderirem, maior será o benefício aos que precisam. E esse é o objetivo da iniciativa: o envolvimento de todos como forma de ajudar quem precisa e ao meio ambiente, em uma grande ação de cidadania e sustentabilidade”, explicou Kelly Alcântara, assistente social da Unimed Vale do Aço.

A corrente solidária promove a integração entre colaboradores, cooperados, comunidade, e fortalece o relacionamento com fornecedores e clientes. Além da própria equipe da Unimed Vale do Aço se empenhar em juntar os anéis das latinhas de alumínio em suas casas, parceiros da singular também se envolveram na ação. Como é o caso da lanchonete “Só Sucos” no HMU e dos restaurantes parceiros da cooperativa em Ipatinga.

Sobre o projeto
Promover a acessibilidade e a sustentabilidade de um jeito simples. Essa é a máxima do projeto “Eu ajudo na lata”. A iniciativa foi desenvolvida pela Unimed Brasil e se espalhou por sedes da cooperativa em todo o país. Desde o seu lançamento, o projeto já acumulou mais de 50 toneladas de lacres e entregou mais de 450 itens de acessibilidade.

A campanha visa arrecadar lacres de latas de alumínio e o valor adquirido com a revenda é revertido em cadeiras de rodas ou outro tipo de item que proporcione maior acessibilidade de pessoas com deficiência, como bengalas, aparelhos auditivos, entre outros. Para a compra dos itens de locomoção, são necessários cerca de 80 quilos de lacres, o que equivalem a aproximadamente 140 garrafas PET de dois litros cada.

Fonte: Unimed