A dívida de Galvão Bueno por culpa de ex-genro

Galvão Bueno

A voz dos esportes na Globo, ­Galvão Bueno está sofrendo dois processos por inadimplência. Um deles é por não pagar as taxas de um condomínio de São Paulo, no valor de 8.120 reais; o outro, por atraso de IPTU, soma de 5.414 reais. São valores irrisórios para alguém que embolsa um salário de 1 milhão de reais por mês (a Globo cortou parte de seu holerite, mas o liberou para fazer publicidade).

Embora o imóvel esteja em nome de Galvão, quem vive nele é o empresário Graminho Ohnimarg, seu ex-­gen­ro. Ohnimarg não transferiu o imóvel do ex-sogro para o próprio nome. A pendenga é recorrente: há dois anos, Galvão foi processado pelas mesmas razões — e quitou as dívidas para não ficar com o nome sujo na praça. “A culpa não é do Galvão. Eu é que estou sem emprego”, diz o ex-genro.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here