Flu atropela Botafogo com show de Nenê e pega Fla na semi

Fluminense mostrou força ao vencer por 3 a 0 o Botafogo, neste domingo, no Maracanã. Com o resultado, os tricolores confirmaram a liderança do grupo B da Taça Guanabara. Já os alvinegros se despedem do primeiro turno do Campeonato Carioca.

O Fluminense construiu a vitória ainda no primeiro tempo, com dois gols de Nenê e um de Wellington Silva. O Botafogo foi dominado e pouco produziu durante os 90 minutos.

Os tricolores vão encarar na semifinal da Taça Guanabara o Flamengo, nesta quarta-feira, no Maracanã, com a vantagem do empate.

O jogo – O clássico começou com o Botafogo surpreendendo já aos seis minutos. Danilo Barcelos cobrou falta e acertou o travessão. Só que a resposta do Fluminense veio em grande estilo, aos nove. Após boa troca de passes no ataque, Gilberto cruzou e Nenê belo chute, no ângulo de Gatito Fernández.

O revés foi sentido pelos alvinegros, que viram o Fluminense crescer na partida. Tanto que aos 15, Evanílson obrigou Gatito Fernández a fazer grande defesa. Só que aos 19 minutos, os tricolores chegaram ao segundo gol no Maracanã. Nenê recebeu a bola na entrada da área e chutou sem chance para o goleiro botafoguense.

Mesmo após o segundo gol, o Botafogo seguia com dificuldade em avançar e via o Fluminense dominar as ações no Maracanã. Tanto que aos aos 31 minutos, Henrique chutou da entrada da área, por cima do travessão. Só que aos 35, depois de boa troca de passes, Egídio cruzou rasteiro e Wellington Silva só teve o trabalho de mandar para a rede.

O Botafogo só conseguiu criar novamente uma boa jogada aos 39 minutos. Em avanço rápido, Pedro Raúl chutou da entrada da área e obrigou Muriel a fazer grande defesa.

Nos minutos finais, o Fluminense chegou a balançar as redes mais uma vez, com Evanílson, mas o gol foi anulado por impedimento do atacante. Mesmo assim, os tricolores foram para o intervalo com boa vantagem no placar.

No segundo tempo, o Botafogo assustou logo com um minuto, em chute de Bruno Nazário. Só que o Fluminense respondeu em seguida, quando Gilberto finalizou para grande defesa de Gatito Fernández.

A partida seguiu movimentada e a pressão do Botafogo na saída quase deu certo aos cinco minutos. Henrique recuou errado e viu Igor Cássio ficar de frente para Muriel, mas desperdiçar a chance. Mais uma vez, os tricolores responderam, em chute de Wellington Silva que parou em defesa do goleiro paraguaio.

O Fluminense tinha espaço para avançar e quase marcou o quarto aos 11 minutos. Marcos Paulo foi lançado na área e chutou para mais uma grande defesa de Gatito Fernández.

Depois disso, o clássico caiu de rendimento. O Botafogo seguia com dificuldade no ataque e viu o Fluminense quase ampliar aos 21 minutos. Egídio foi lançado pela esquerda e cruzou rasteiro para Marcos Paulo, que mandou pela linha de fundo.

O panorama da partida seguiu o mesmo até o minutos finais. O Fluminense continuou administrando resultado com mais posse de bola no ataque. O Botafogo não tinha força para reagir e viu os tricolores manterem o placar após os 90 minutos no Maracanã.

FICHA TÉCNICA:

FLUMINENSE 3 X 0 BOTAFOGO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 9 de fevereiro de 2020, domingo

Hora: 16h (de Brasília)

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães

Assistentes: Rodrigo Figueiredo Corrêa e Daniel do Espírito Santo

Renda: R$ 498.545,00

Público: 12.665 pagantes

Cartões amarelos: Igor Cássio (Botafogo)

Gols: Nenê, aos 9 e aos 19, e Wellington Silva, aos 35 do 1ºT (Fluminense)

FLUMINENSE: Muriel, Gilberto, Luccas Claro, Digão e Egídio; Henrique, Yuri (Fernando Pacheco) e Nenê (Ganso); Wellington Silva (Caio Paulista), Marcos Paulo e Evanílson

Técnico: Odair Hellmann

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Barrandeguy (Thiaguinho), Joel Carli, Marcelo Benevenuto e Danilo Barcelos; Caio Alexandre (Alex Santana), Cícero (Igor Cássio) e Bruno Nazário; Warley, Luís Henrique e Pedro Raul

Técnico: Alberto Valentim