Atlético inicia luta por vaga na semifinal da Sul-Americana

O sonho atleticano de conquistar a Copa Conmebol Sul-Americana passa pelo La Equidad, da Colômbia, adversário desta terça-feira, no jogo de ida das quartas de final. A partida será realizada às 21h30, na Arena Independência, em Belo Horizonte.

O Galo projeta conquistar um grande resultado no Horto para encaminhar a classificação e levar uma boa vantagem ao jogo de volta, na próxima terça-feira (27/8), em Bogotá.

O Caldeirão vai ferver

Para alcançar o objetivo, o Atlético terá, mais uma vez, o apoio da Massa, que já garantiu mais de 21 mil ingressos para o confronto. Na Arena Independência, o Galo disputou 21 jogos contra times estrangeiros, venceu 15, empatou cinco e perdeu apenas um, marcou 40 gols e sofreu apenas 14.

“Acredito que eles têm apostado muito na Sul-Americana. São quatro vitórias e dois empates na competição, nenhuma derrota ainda. É uma equipe que tem uma força física grande, jogadores de estatura alta. Eles estão dando a vida na Sul-Americana, então, temos que abrir os olhos e ficar muito atentos”, destacou Patric.

“Toda equipe que vem enfrentar o Galo quer mostrar o seu trabalho, pois sabe o tamanho da porta que pode ser aberta. Os jogos estão muito acirrados. Independente de quem você enfrenta, seja de qual país, todos os jogos são muito difíceis.

O futebol tem se atualizado e ficado cada vez mais difícil e acirrado. Todo mundo busca o seu espaço. O mercado brasileiro é uma grande potência e eles vêm aqui e querem mostrar o seu trabalho. Então, temos que respeitar, mas vamos fazer de tudo para mostrar o nosso trabalho, até mesmo porque vamos defender o nosso pão de cada dia”, completou o Camisa 2.

O adversário 

O La Equidad foi fundado em 1982, conquistou a Copa da Colômbia em 2008 e está em 19º lugar no Torneio Clausura do Campeonato Colombiano. No último final de semana, perdeu por 3 a 2 para o Millionarios, fora de casa.

Nesta edição da Sul-Americana, o time colombiano passou por Independiente Campo Grande (Paraguai), Deportivo Santaní (Paraguai) e Royal Pari (Bolívia).

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here