Contribuição que gera vantagens ao comerciante do Vale do Aço vence nesta sexta-feira

foto: Emmanuel Franco

Termina nesta sexta-feira (31) o prazo para pagamento da Guia de Recolhimento da Contribuição Sindical Urbana (GRCSU) . De natureza facultativa, está disponível a todos empresários estabelecidos no comércio varejista e atacadista de bens e serviços do Vale do Aço.

Por meio de Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), a entidade patronal assume algumas obrigações que seriam dos comerciantes do Vale do Aço, como o pagamento de bonificações de casamento e óbito. “Porém, se não é feito o pagamento da GRCSU, estas e outras obrigações passam a ser, exclusivamente, do empresário”, esclarece o presidente do Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Bens e Serviços (Sindcomércio) do Vale do Aço, José Maria Facunde.

O Sindcomércio Vale do Aço ainda oferece a seus representados assessoria jurídica gratuita, cursos, treinamentos, orientação contábil e outros inúmeros serviços subsidiados com o que é arrecadado com o pagamento da Contribuição Sindical Urbana. “Representamos os empresários no comércio de toda a região. Para que continuemos fortes e possamos lutar por demandas que beneficiem as lojas, interferindo junto ao Poder Executivo, à Câmara Municipal e outros órgãos, é crucial que seja feito o pagamento da Guia por nossos representados”, pontua Facundes.

Lutas

Nos últimos anos, o Sindcomércio Vale do Aço conseguiu importantes conquistas que beneficiaram diretamente os lojistas da região. Não acontecem mais, graças à interferência da entidade, as chamadas “feiras do Braz”, que eram comuns na época de datas comemorativas e prejudicavam diretamente as vendas dos empresários devidamente estabelecidos. Muitas, também, foram as melhorias nos estacionamentos rotativos dos principais centros comerciais do Vale do Aço, graças a interferência do sindicato. “Outra conquista unânime entre os empresários da região é o nosso Plano de Saúde, que deu fim ao excessivo rodízio de empregados em nossas lojas, garantindo a permanência dos bons funcionários que comumente migravam para outras empresas”, exemplifica o presidente do Sindcomércio.

Como pagar                                                                                              

O valor da guia vai variar de acordo com o capital social do negócio. Emitida pela Federação do Comércio do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG), é enviada às empresas e contabilidades de toda a região por meio do Sindcomércio. Toda a arrecadação da GRCSU é partilhada entre a Confederação Nacional do Comércio (CNC), a Federação do Comércio do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG), o Sindcomércio Vale do Aço e o Governo Federal. Mais informações: 3821-9020, 3842-2040 ou 3849-4490.